Buscar
  • Casarão do Óculos

Saiba quais as principais causas de acidentes no trabalho.


Causando mortes e danos à saúde de muitos brasileiros, os acidentes de trabalho preocupam pela sua frequência. Somos o quarto país no mundo em números de acidentes. É fundamental, portanto, que todos os trabalhadores entendam a importância da segurança do trabalho e se mantenham continuamente focados na prevenção desses acidentes.

Ser responsável por evitar as principais causas de acidente de trabalho é uma tarefa bastante séria e que não deixa margens para erros. A melhor maneira de desempenhar essa função é a prevenção, acompanhada da conscientização e do treinamento.

Veja abaixo quais as principais causas:

1. Cansaço

A fadiga é responsável por muitos acidentes de trabalho e precisa ser acompanhada de perto. Não basta o funcionário utilizar corretamente o seu EPI (Equipamento de Proteção Individual), mesmo que ele esteja em boas condições, se o nível de atenção às tarefas estiver abaixo do esperado.

Naturalmente, todo profissional cansado ficará sujeito a cometer mais erros. Esse cansaço pode ser tanto físico quanto mental. Em ambos os casos, a tendência a não prestar atenção aos detalhes aumenta e é aí que os acidentes podem acontecer.

Portanto, confira se seus funcionários estão respeitando os seus horários de descanso, principalmente, os que trabalham em períodos noturnos.

2. Repetições

Além de traumas e acidentes mais pontuais, as repetições também são grandes vilãs. Elas podem causar sérios danos à saúde pelo desgaste físico.

Isso porque o trabalho repetitivo pode fazer com que o funcionário fique mais negligente com o passar do tempo. Ao criar um hábito, ele pode deixar de lado um EPI ou uma parte do processo com o qual já “está acostumado” e sabe como funciona. Jamais permita isso!

Para evitar esse tipo de problema, é importante avaliar se a ergonomia está adequada, em cada caso, além de instruir que sejam realizadas tarefas alternadas, a fim de evitar que o trabalhador fique muito tempo fazendo a mesma atividade.

3. Materiais perigosos

Alguns tipos de materiais usados nas empresas podem ser extremamente danosos à saúde e, se não forem respeitadas as formas de uso, transporte e armazenamento, eles acabam sendo fonte de muitos acidentes.

Atenção redobrada àqueles que não parecem ser tão perigosos por não exalarem cheiro, não emanarem calor ou por não terem uma cor chamativa. Queimaduras, inalação e outros tipos de problemas precisam ser evitados com o uso correto dos EPIs, além de uma qualificada instrução acerca dos procedimentos corretos de manuseio e cuidados em casos de acidentes.

4. Queda em altura

Sendo um dos tipos de acidentes mais fatais, a queda em altura é ainda muito comum, principalmente, em canteiros de obras. Devido ao fato de alguns operários que trabalham em altura não utilizarem todos os equipamentos de segurança, eles acabam se tornando vítimas desse tipo de acidente. Também pode ocasionar a queda em altura a não utilização da forma correta dos acessórios protetores.

5. Não utilizar o EPI adequado

Quanto ao uso do EPI, alguns reforços precisam ser feitos constantemente junto à sua equipe:

  • o primeiro deles se refere à importância da utilização correta e permanente do EPI. Além de ser fundamental para garantir a saúde e a integridade física dos trabalhadores, é uma obrigação que, ao ser descumprida, leva a empresa a ser penalizada;

  • outro ponto a ser reforçado é a atenção quanto às condições dos EPI. Eles devem ter a capacidade de oferecer a proteção a que se propõem;

  • por último, ressaltamos a necessidade de utilizar um EPI dentro da validade.

É importante lembrar que não se pode permitir o empréstimo de um EPI de outra pessoa ou de outra área. Sé é obrigatório utilizar um par de luvas de PVC, não se pode substituir por luvas de outro material. Da mesma forma, se é indicada uma máscara que cubra todo o rosto, uma máscara parcial não servirá.

5. “falta de estilo/conforto,” “incômodos no desempenho do trabalho,”...

As lesões oculares comuns que ocorrem no trabalho podem resultar de produtos químicos ou objetos estranhos no olho e cortes ou arranhões na córnea. Outras causas de lesões incluem salpicos com graxa e óleo, queimaduras de vapor, exposição à radiação ultravioleta ou infravermelha, e madeira voadora ou chips metálicos.

Dois principais motivos pelos quais os trabalhadores experimentam lesões oculares no trabalho são porque eles não usaram proteção para os olhos, ou porquê estavam usando um tipo de proteção incorreta para o trabalho.

Você pode ficar chocado ao saber que 68% de todos os trabalhadores que deveriam usar óculos não o fazem. Uma pesquisa revelou que apenas dois terços dos trabalhadores que sofreram lesões nos olhos, disseram que óculos de proteção eram fornecidos no seu local de trabalho. Isto porquê os trabalhadores não solicitam ou exigem o uso, e mesmo porquê...

..."desconhecem a possibilidade de adaptar lentes corretivas nos óculos de segurança!"

Outras barreiras para o uso citadas pelos 215 entrevistados inclui “falta de estilo/conforto,” “incômodos no desempenho do trabalho,” “os trabalhadores não foram informados da importância do equipamento,” “indiferença” e “negligência.”

Dentre os acidentes oculares de trabalho, 6% causam problemas irreversíveis. No Brasil, o acidente ocular é a principal causa de cegueira em um dos olhos. O Conselho Brasileiro de Oftalmologia estima que os acidentes ocupacionais oculares correspondam a 150 mil casos por ano, com maior frequência entre homens na faixa etária de 20 a 40 anos, quando se está no auge da produtividade. Como este órgão é muito sensível, uma contusão ou descuido pode ter desfechos dramáticos. Apesar dos grandes avanços da medicina na área oftalmológica, os danos nem sempre são reversíveis.

É preciso destacar que grande parte dos acidentes de trabalho ocorre devido à falta de projetos estruturais (criação de sistemas de linha de vida e ancoragem), além de uma escolha errada dos equipamentos de segurança. Manter-se atualizado na prevenção de acidentes é primordial para técnicos comprometidos.

Essa é uma missão difícil, mas crucial. Com a rotina corrida na maior parte das indústrias, não é nada fácil assegurar que todas as normas e exigências sejam cumpridas, mas se houver uma conscientização e trabalho em equipe muitos acidentes podem ser evitados.

Veja aqui quais são os possíveis perigos oculares no trabalho.

Aqui no Casarão do Óculos você encontra vários modelos de Óculos de Segurança, e o melhor >> COLOCAMOS SEU GRAU!<<

entre em contato agora mesmo!

Tel: (11) 3873-0955

Confira aqui alguns modelos!

#acidentesdetrabalho #EPI #equipamentodesegurança #óculosdesegurança #segurança #óculosdeproteção #acidente #indústria #trabalho

95 visualizações0 comentário